Em entrevista à CNN Business em 22 de agosto, Tyler e Cameron Winklevoss, os famosos irmãos Winklevoss e fundadores da exchange cripto Gemini, deram sua perspectiva sobre o Bitcoin como um investimento, os riscos da indústria e a abordagem tradicional do setor financeiro para a nova classe de ativos. Eles ainda afirmaram que seus investidores de varejo ainda estão colhendo os benefícios do mercado de cripto.

Vídeo:

Durante a entrevista, Tyler fala que enquanto muitos ainda consideram o Bitcoin como uma aposta muito arriscada para o investidor médio, o setor de varejo permanece um passo à frente das instituições financeiras quando se trata de cripto. Ele argumentou que:

“Ao contrário da internet, onde você não podia comprar, você pode realmente comprar um pedaço desse dinheiro da internet. Ainda é um mercado voltado para o varejo, desde o primeiro dia […] e muitas pessoas se saíram muito bem. Wall Street vacilou.”

Cameron acrescenta falando que de todos os investimentos tradicionais, o Bitcoin é mais o parecido com o ouro – E que apesar da sua volatilidade o bitcoin representa o futuro.

Riscos exagerados

Ansiosos para demonstrar sua prontidão para entrar em contato com reguladores, os irmãos gêmeos disseram – “conformidade é o DNA de nossos negócios” – eles ainda alertam para um certo alarmismo que continua a obscurecer as percepções dos riscos associados ao bitcoin.

O Libra do Facebook nem sequer foi lançado, ninguém está usando-o para nada ilícito e mesmo assim ainda não existe uma regulamentação que o envolve, diz Tyler.

Os irmãos enfatizam que, apesar do Bitcoin ter sido usado por pessoas mal-intencionadas, como o caso Silk Road e na Agência de Pesquisa na Internet do Kremlin durante as eleições nos EUA em 2016 , muitos dos envolvidos hoje estão presos.

Fechando o discurso eles afirmam que “mais criminosos tem usado o dólar do que qualquer outra moeda no mundo”.

Deixe seu comentário